Helicoverpa armigera invade plantações do Paraguai

Quatro estados do Paraguai registraram o ataque da Helicoverpa armigera, de acordo com o Serviço Nacional de Qualidade e Sanidade Vegetal e de Sementes (Senave). A praga invadiu Canindeyú, Itapúa, Alto Paraná e San Pedro bem no momento em que o país lançou o plantio da safra de soja 2013/14, colocando em risco os planos do país vizinho de repetir o êxito da campanha passada.

“Nós já estamos monitorando o campo para determinar a presença da praga. Estamos orientando o manejo para os pequenos produtores e outras formas de controle para os cultivos extensivos, porque são outro tipo de productores”, revelou o engenheiro agrônomo Ernesto Galliani, diretor de Proteção Vegetal do Senave ao Diario ABC Color. Segundo ele, o Laboratório de Santidade encontrou larvas e exemplares adultos.

De acordo com esse jornal, especula-se no Paraguai que a Helicovera armigera tenha entrado no país através da fronteira com o Brasil. Para tentar impedir a propagação, o Senave desenvolve um plano de vigilância e detecção precoce, a fim de possibilitar o manejo, além de jornadas de capacitação para produtores e técnicos.