Acompanhe Nossas Notícias
Fique por dentro das últimas novidades institucionais da E. Orlando Roos
e do mercado do agronegócio.
11jun
China aprova nova soja geneticamente modificada do Brasil

O governo chinês aprovou três variedades de soja geneticamente modificada de interesse do Brasil, conforme informou nesta segunda-feira o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, que está em visita oficial à China. Ele participou, neste domingo, em Beijing, do Foro China- America Latina e Caribe de Ministros da Agricultura.

A aprovação das variedades de soja Intacta RR2 PRO, CV127 e Liberty Link, que têm a propriedade de supressão da população de lagartas que causam muitos danos às lavouras de soja no Brasil, foi comunicada à Andrade pelo ministro da Agricultura da China, Han Changfu, durante encontro bilateral.

O ministro brasileiro, que fez o pedido da liberação, agradeceu a decisão das autoridades locais e aproveitou para esclarecer ao seu colega chinês que a agricultura tropical é mais sujeita ao ataque de pragas e ervas daninhas, por essa razão é mais dependente da contínua introdução de novas tecnologias.

Antônio Andrade lembrou, ainda, que a aprovação torna-se ainda mais significativa em função da propagação da lagarta Helicoverpa armigera em vários Estados do Brasil. Conforme o ministro, as novas sementes aprovadas pelo governo chinês já tinham seu uso autorizado no Brasil e em outros mercados, mas os produtores de soja e a empresa detentora da tecnologia estavam aguardando a aprovação chinesa, pelo fato de a China ser o principal mercado comprador da soja brasileira.

Em abril de 2013, o Brasil exportou 7,154 milhões de toneladas de soja em grãos, equivalente a US$ 3,797 bilhões. Deste total, 5,604 milhões de toneladas (US$ 2,966 bilhões) tiveram a China como destino.

“Essa decisão era ansiosamente aguardada pelos sojicultores brasileiros, visto que as empresas têm poucas semanas para embalar e distribuir o produto, a tempo do plantio da nova safra”, destacou Andrade.

O ministro propôs ainda a Han Changfu o aumento da cooperação entre a Embrapa e a Academia de Ciências Agrárias da China no campo da biotecnologia e falou sobre as oportunidades de investimento para empresas chinesas nas novas fronteiras agrícolas do Brasil, principalmente no Mato Grosso e na região conhecida como Matopiba.

A região traz novas opções de escoamento da produção no sentido norte, por hidrovias e ferrovias, viabilizadas a partir da recente aprovação da Medida Provisória dos Portos. Esses temas serão novamente abordados por ocasião da visita do vice-ministro da Agricultura da China ao Brasil, nos dias 20, 21 e 22 deste mês.

Foro China – AL

No encontro de Ministros da Agricultura da China, America Latina e Caribe o Ministro Antonio Andrade foi um dos convidados para falar na sessão solene de abertura, que foi presidida pelo vice-primeiro ministro da China, Wang Yang.

Ainda no Foro de Ministros, detalhou as prioridades brasileiras no comércio com a China, em que mencionou “a preocupação com a diversificação da pauta exportadora, a exportação de produtos de maior valor agregado e o equacionamento dos problemas de logística, um tema que interessa tanto aos produtores brasileiros como aos consumidores chineses”.

O ministro enfatizou, por fim, que esta foi sua primeira viagem internacional depois que assumiu o cargo e que “o destino não poderia ser outro, já que a China é a principal compradora dos produtos agrícolas exportados pelo Brasil”. Acompanharam o ministro na viagem o secretário de Relações Internacionais, Célio Porto, e o secretário de Defesa Agropecuária, Enio Marques.

Aprosoja comemora aprovação de soja geneticamente modificada na China

Ministro da Agricultura, Antônio Andrade, está em visita oficial ao país e informou que as variedades Intacta RR2 PRO, CV127 e Liberty Link foram liberadas para comercialização

Ascom Aprosoja
 
A China liberou a entrada de novas variedades de soja geneticamente modificada no país na manhã deste segunda (10), informou o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, que está em missão oficial. Ele participou, neste domingo, em Beijing, do Foro China- America Latina e Caribe de Ministros da Agricultura.
 
A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) comemora o resultado da visita do ministro ao governo chinês. “Esta aprovação é importante para o produtor mato-grossense, pois queríamos adotar a nova tecnologia, mas não era possível sem a liberação do nosso principal mercado”, disse o presidente da Aprosoja, Carlos Fávaro.
 
Ele ressaltou que a entidade tinha a responsabilidade de alertar os produtores rurais sobre a situação chinesa. “Se plantássemos sem a certeza de que a China aceitaria o produto, poderíamos sofrer um embargo e consequências gravíssimas para a agricultura de Mato Grosso”, explicou Fávaro.
 
A aprovação das novas variedades é um pleito da Aprosoja e, com a parceria de autoridades como o secretário de Política Agrícola do MAPA, Neri Geller, e o senador Blairo Maggi, o objetivo de dar mais segurança ao produtor rural que utiliza novas tecnologias foi alcançado. A Aprosoja Brasil também foi grande parceria neste pleito, realizando missões à China para negociar a aprovação.

Fale Conosco
+55 (54) 3320.0000 ---- (54) 3191-0100